Fé, Luz e Sombras

Na 2ª Edição da Galeria Flamboyant, tivemos a projeção fotográfica de Severino SIlva ” Fé, Luz e Sombras”, saiba um pouco sobre o Artista:

Perfil do Artista

Severino Antonio Da Silva (Severino Silva) nasceu no dia 20 de Agosto de 1958 no Estado da Paraíba. Quando criança, no sertão da Paraíba, adorava desenhar. E ficava olhando as nuvens e desenhava os bichos que enxergava nelas. Na casa onde morava ficava no alto da colina e pensava nas ondas, sem nunca ter visto o mar, ondas que eram formadas pela poeira e iluminada pelo sol por brechas das paredes de estuque de sua casa. Admirava a luz da lua entre as folhas da bananeira. O telhado velho de palha da pobre casa de estuque abriam buracos e faziam feixes de luz onde ele imaginava figuras que era formada pela poeira de areia que subia na direção do sol quando a avó varria a casa.. Severino realmente adorava desenhar, mas ninguém entendia seus desenhos. Achavam que ele era meio maluco e até ele mesmo achava que estava ficando louco. Severino Silva, hoje aos 57 anos, veio de Pirpirituba aos 11, acompanhado da mãe, da avó e de uma irmã pois perdera o pai ainda muito novo aos 8 anos. Bem cedo começou a trabalhar no comércio, mas nunca perdeu o foco. Queria ser fotógrafo. Ficava abismado ao ver publicadas nos jornais as fotos tiradas na véspera em jogos no Maracanã.

O espanto fazia todo o sentido, pois ganhara uma câmera da mãe.Era uma Kodak, que não lembra se 126 ou 54X. Ficava se perguntando: como é que pode? É que quando mandava revelar as fotos, o prazo de entrega era sempre de três dias. Aos 18 anos, ele pediu emprego no infoGlobo. Foi admitido como contínuo, depois de algum tempo nessa função passou a ser fotografo industrial. Logo após passou a trabalhar também na fotomecânica do Jornal O Globo onde conseguiu um estágio no mesmo jornal e passou a trabalhar como fotografo nas editorias dos jornais de bairro.

Também andou pelo Fluminense, o Povo, A Notícia, O DIA, retornou ao O Globo e há 22 anos está de volta ao Jornal O DIA. Ganhou o prêmio Tim Lopes(aperte o botão abaixo para conhecer  os prêmios) por uma série de reportagens sobre o Nordeste, em parceria com o repórter Alexandre Medeiros.
Há muitos anos, principalmente durante nas férias Severino Silva viaja ao nordeste de nosso país para matar a saudade e trazer belas imagens do lugar onde nasceu, o tão sofrido nordeste, e essas imagens acrescentam a um projeto ambicioso que pretende transformar em livro ou exposição chamado “Fé, Luz e Sombra” (que já se transformou numa pequena Mostra fotográfica no Espaço Cultural Evandro Teixeira na Universidade Estácio).
No Rio, Severino casou-se com uma carioca, hoje é pai de três filhos.

Continua achando a cidade “muito linda, apesar dos problemas”. E é muito agradecido pelo acolhimento dos amigos e admiradores. A gratidão e admiração maior é por sua mãe, Dona Ana, por toda a luta, garra, incentivo e determinação. Por ter acreditado e o presenteado com a pequena câmera e ainda a coragem de encarar o Rio de Janeiro. Se assim não fosse acredita que ainda estaria, capinando o campo em sua região.

Em sua carreira, coleciona alguns prêmios com sua fotografia:

​1991     – Interpress

1991/92 – Nikon

1992     – International Catholic Union of the Press

1994     – 6° Salão de Fotografia Finep

1997     –  Libero Badaró e Finalista do Prêmio Esso

1999     – Finalista do PrêmioEsso

2000     – Finalista do PrêmioEsso

2002     – Society for news Design   24°Edição

2003     – Agência de Notícia Direito da Infância (Brasília)]

2006     – Finalista do Prêmio Vladimir Herzog

2012      – Finalista do Prêmio Vladimir Herzog

2014      – Prêmio Tim Lopes

2017      – Prêmio Comunique-se

​Severino Silva sempre muito requisitado para participar de exposições no Brasil e Exterior.

​Conheça alguns desses lugares:

Oi Futura, Banco do Brasil, Seminário da Cultura da U.F.J.F (em 2006), Galeria Olho de Águia – Brasília, Estação Cabo Branco – Paraíba (Sua Terra natal), Quilombolas e Indígenas, Cidadania e Território-Fundação CEPERJ – (Dezembro de 2010), Espaço Cultural Evandro Teixeira, Centro Cultural da Light, Feira de São Cristovão, HELLERAU – Dresden, Alemanha.

Página do Artista

Vídeo da Projeção Fé, Luz e Sombras