Depois que o Galo Canta

Há muito que substituímos as tintas provenientes dos ocres terrosos, óxidos de ferro e lápis lazúli por pigmentos industrializados de valor acessível e uma gama infinita de matizes. Sem duvida, a química moderna ampliou a paleta de cores do artista. No entanto, habitamos um universo sintético em que os sabores, aromas e tonalidades que experimentamos, nos trazem mais nostalgia que prazer sensorial. Talvez por isso as cores da terra tragam tanto fascínio, pois carregam uma ancestralidade capaz de nos transportar através da magia pictórica a um lugar de pertencimento. Marcelo Robim, arquiteto e artista extraordinário, nos leva através dessa alquimia a uma viagem de descoberta acerca da da nossa relação com a natureza. Nesse momento, em que precisamos alterar radicalmente a forma abusiva com que exploramos os recursos naturais, a exposição “Traços da terra, depois que o galo canta” vem carregada de simbolismo e nos faz lembrar do planeta exuberante e vasto que nos acolhe e sustenta.

Fernanda Câmara – Produção Executiva – Teatro Municipal de São Paulo

Perfil do Artista

Marcelo Robim é um artista Caçapavense, formado em arquitetura e especialista em artes visuais. Robim utiliza em seus trabalhos tintas minerais, extraindo a suas tonalidades da terra. Eventualmente o artista utiliza outros materiais para obtenção de tonalidades como areia, cimento e pó de café, estes misturados com água são aplicadas na tela. O artista participou de diversas exposições coletivas incluindo a exposição “Pintura Solidária” realizada Saint – Malo na França em 2008.

Formação

• Especialização em: Artes visuais, educação e multimeios, pela Universidade de Campinas – Campinas –SP – Brasil, Início: 2014 e Conclusão: 2017.

• Superior Completo – Bacharelado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade do Vale do Paraíba – São José dos Campos –SP – Brasil, Início: 2002 e Conclusão: 2006.

Exposições 

• Exposição “Vida Cotidiana” realizada em Caçapava, no Bar Colonial em 2000.

Internacional

• Participação na exposição “Pintura Solidaria” realizada em Saint – Malo, França, em Julho de 2008.

Exposições Coletivas

• Participação na exposição “Pintura Solidaria” realizada em Saint – Malo, França, em Julho de 2008.

• Participação na “Festival de Inverno de Cunha” realizada em Cunha em Julho de 2004.

• Participação na “I Mostra Ibi Lopez de Artes” realizada em São José dos Campos, em Abril de 2002.

• Participação no “Mapa Cultural Paulista” fase regional de artes plásticas em Campos do Jordão em 2000.

• Participação no “Salão da Mulher” realizado em Taubaté no Solar das Artes em Março de 1999 e 1998.

• Participação no “Mapa Cultural Paulista” fase regional de artes plásticas em Caraguatatuba em 1998.

Telas da Exposição

 

Página do Artista